Monday, June 29, 2009

Pensamento do dia (29-06-2009)


Fonte: Salvador Dali com citações de Mulheres Famosas!

Sunday, June 28, 2009

Carpe Diem








Em certa ocasião alguém perguntou a Galileo Galilei:
- Quantos anos tens?!
- Oito ou dez, respondeu Galileo, em evidente contradição com sua barba branca.
E logo explicou:
- Tenho, na verdade, os anos que me restam de vida, porque os já vividos não os tenho mais, como não temos mais as moedas que já gastamos.
Crescemos em sabedoria se valorizarmos o tempo como Galileo Galilei.
Dizemos espantados:
- Como passa o tempo!!
Mas na verdade, somos nós que passamos.

O astrónomo italiano sabia que estamos aqui de passagem.
Somos peregrinos e é bom pensar na meta que nos espera...
A certeza de que o nosso caminhar terreno tem um final, é o melhor recurso para valorizarmos mais cada minuto que percorremos.

Assim podemos aproveitar o que realmente temos:
O PRESENTE.
Convém desfrutar cada dia como se fosse o último.
O ontem já se foi e o amanhã ainda não chegou.

Autor do Texto: desconheço

Saturday, June 27, 2009

Pensamento do dia (28-06-2009)



Fonte: Salvador Dali com citações de Mulheres Famosas!

Friday, June 26, 2009

Prémio Blog "Coração de Ouro"

Recebi este prémio do blog da Márcia /Meu diário, minhas bobagens…
http://testesmudando.blogspot.com/

Muchas Gracias! Só tenho a agradecer!...

Namastê!


Regras:
1- Colocar o Prémio no seu blog ou post!
2- Nomear no mínimo 10 blogs que demonstramAmizade e/ou Gratidão

Passo o prémio para:

Blog: “Pelos Caminhos da Vida”
http://anamgs.blogspot.com/

Blog “Espiral do viver…Poesias”
http://espiraldoviver.blogspot.com/

Blog: “Só para os íntimos”
http://soparaosintimosbr.blogspot.com/

Blog: “A alma das Imagens nos Caminhos da Alma”
http://caminhosdalma.blogspot.com/

Blog: “Uma página para dois”
http://edupoisl.blogspot.com/

Blog: “Viver é pura Magia”
http://viverpuramagia.blogspot.com/

Blog: “Um Vento na Ilha”
http://schsonia.blogspot.com/

Blog: “Makyarim”
http://makyarim.blogspot.com/

Blog: “Jardim Secreto”
http://jardimsecreto09.blogspot.com/

Blog: “As vozes da minha Alma”
http://janainakarina.blogspot.com/

Blog. “Ciclos”
http://deiaroos1.blogspot.com/

Blog “Conexões de Luz”
http://conexoesdeluz.blogspot.com/

Pensamento do dia (27-06-2009)


Fonte: Salvador Dali com citações de Mulheres Famosas!

"Perfume de Mulher"

Esta bela apresentação pertence a uma das cenas mais emocionantes do filme "Perfume de Mulher".
Música marcante chamada "Por una Cabeza", muito embora musicada por Carlos Gardel e por ele cantada e consagrada, ela é de autoria de um brasileiro chamado Alfredo Le Pera. O perfume que a moça usava no filme é o "Fleur de Roccaille", um perfume floral, doce.
Reviva essa maravilha, ligue o som e saiba que "em um momento, vive-se uma vida".

video









Thursday, June 25, 2009

Pensamento do dia (26-06-2009)

Fonte: Salvador Dali com citações de Mulheres Famosas!

CRIANÇAS ÍNDIGO E CRISTAL

Celso J.S.Nogueira -

Palestra proferida na Fraternidade da Luz em18/06/2004.

Nesta noite eu vou falar sobre um tema fascinante! Nesta noite eu vou falar das Crianças das Estrelas: as Crianças Índigo e as Crianças Cristal. Estes seres fantásticos que estão chegando à Terra, cada vez mais e mais... encarnando em todos os países, em todas as raças, em todos os níveis sociais, nas aldeias mais distantes e nas cidades mais populosas e muito... muito possivelmente dentro da sua própria família, bem debaixo do seu nariz!
As Crianças Índigo são crianças fabulosas que estão encarnando aqui na Terra há bastante tempo, mas vinham poucas delas, até que depois da segunda guerra mundial começaram a vir em maior número e a partir da década de 70 então, começaram a chegar em ondas, cada vez mais e mais delas. Hoje, os dados são impressionantes! Pesquisadores americanos estimam que depois de 1995 oitenta e cinco por cento dos nascimentos ocorridos na Terra são de crianças índigo!
Fica muito evidente que alguma coisa está acontecendo. Mas, o quê? Astrónomos importantes como Freidrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Sola, Edmund Halley, depois de estudos e cálculos minuciosos, chegaram à conclusão de que o sistema solar gira em torno de Alcione, estrela central da constelação das Plêiades. Nosso Sol é, portanto, a oitava estrela da constelação e leva 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione. Descobriu-se também que Alcione tem à sua volta um gigantesco anel de radiação que foi chamado de cinturão de fótons. Um fóton consiste na decomposição ou divisão do eléctron, sendo a mais ínfima partícula de energia electromagnética. A cada dez mil anos o Sistema Solar penetra por dois mil anos nesse anel de fótons, ficando mais próximo de Alcione. A última vez que a Terra passou por ele foi durante a Era de Leão, há cerca de doze mil anos.
Na Era de Aquário, que está se iniciando, ficaremos outros dois mil anos nesse anel de radiação. Sob a influência dos fótons, todas as moléculas e átomos do nosso planeta passam por uma transformação, precisando se readaptar a novos parâmetros. A excitação molecular cria um tipo de luz constante, permanente, que não é quente, uma luz sem temperatura que não produz sombra nem escuridão. Talvez por isso os hindus chamem de Era da Luz os tempos que estão por vir.
Desde 1972, o Sistema Solar vem entrando no cinturão de fótons, e em 1987 foi a Terra que começou a penetrá-lo, estando gradativamente avançando até que no ano de 2012 deverá estar totalmente imersa na sua luz.
As pessoas despertas acordarão como de um sonho com seus centros de energia totalmente abertos, livres do véu do esquecimento, tanto pessoal quanto planetário, pertinentes à terceira dimensão. As pessoas começarão a se reconectar com suas origens e propósitos da alma, que é o retorno da Consciência Crística para o planeta. Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma. Desde a década de oitenta, quando a Terra começou a penetrar no cinturão de fótons, estávamos nos sincronizando com a quarta dimensão e nos preparando para receber a radiação de Alcione, estrela de quinta dimensão. O véu do esquecimento que envolve o nosso planeta cairá de tal modo que os primeiros Semeadores de Vida na Terra, vindos de outros sistemas, reaparecerão nos auxiliando a firmar uma nova civilização e a incorporar uma nova realidade.
Prestem atenção, eu vou repetir: O véu do esquecimento que envolve o nosso planeta cairá de tal modo que os primeiros Semeadores de Vida na Terra, vindos de outros sistemas, reaparecerão nos auxiliando a firmar uma nova civilização e a incorporar uma nova realidade.
Meus irmãos... é aqui que entram as Crianças Índigo - essas crianças fascinantes... fantásticas... fabulosas... que são o próximo passo na nossa evolução como espécie humana. Vocês se lembram da novela " Mulheres Apaixonadas " que a Globo apresentou há algum tempo atrás? Vocês se lembram da Salete? Aquela menininha que tinha visões, que previa acontecimentos... pois bem, é o próprio autor da novela, o escritor Manoel Carlos, que fala: nos Estados Unidos ouvi falar muito das Crianças Índigo. Salete é Índigo. Ela tem uma percepção da Luz, vê anjos, prevê os acontecimentos, tem premonições...
As Crianças Índigo são crianças espectaculares. E estão chegando para ajudar na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independentemente de fronteiras e de classes sociais. São catalisadores desencadeando as reacções necessárias para a transformação.
Elas possuem uma estrutura cerebral diferente no tocante ao uso da potencialidade dos hemisférios esquerdo, menos desenvolvido, e direito, mais desenvolvido. Isso quer dizer que elas vão além do plano intelectual. Elas exigem do ambiente à sua volta certas características que não são comuns nas sociedades actuais. E elas vão agir, aliás, já estão agindo, através do questionamento e transformação de todas as instituições rígidas que as circundam, começando pela família. Família que se baseia na imposição de regras, sem tempo de dedicação, sem autenticidade, sem explicações, sem informação, sem escolha e sem negociação. Essas crianças simplesmente não respondem a essas estruturas rígidas, porque para elas é imprescindível haver opções, relações verdadeiras e muita negociação.
Elas não aceitam serem enganadas porque elas têm uma intuição para perceber as verdadeiras intenções dos adultos e não têm medo. Portanto, intimidá-las não traz resultado, porque elas sempre encontrarão uma maneira de obter a verdade.
A segunda instituição vulnerável à acção dos Índigos é a escola. Hoje, o modelo de ensino é sempre imposto sem muita interacção, um modelo feito para o hemisfério esquerdo do cérebro, o racional, o lógico, incompatível com os Índigos que naturalmente têm o hemisfério direito mais desenvolvido, o que lhes dá o grande poder intuitivo, a grande capacidade de percepção extra-sensorial. Como elas possuem uma estrutura mental diferente, elas resolvem problemas conhecidos de uma maneira diferente, além de encontrar formas diferentes de raciocínio que abalam o modelo actual de ensino.
Assim, através do questionamento, elas influenciarão todas as demais instituições, o mercado de trabalho, a cidadania, as relações interpessoais, as relações amorosas, as instituições espirituais, pois elas são essencialmente dirigidas pelo hemisfério direito.
Mas por quê índigo? Por que Crianças Índigo?
O nome: Criança Índigo refere-se à cor da sua aura, o azul-índigo, que indica uma aura de Mestre. São crianças especiais que decidiram encarnar no nosso planeta com uma missão e um objectivo específico: são guerreiros, detonadores de sistemas! Elas já vêm ao nosso planeta há bastante tempo. Alguns até argumentam que Jesus e Buddha eram índigos, pois a missão deles, numa escala global, era mudar a consciência da humanidade. Nos anos setenta, começaram a vir em ondas. Muitos deles... seres que hoje estão nos seus vinte...trinta anos, a geração guerreira que começou a desafiar e a mudar os velhos sistemas. Nos anos oitenta e noventa, mais e mais ondas de índigos chegaram, agora com uma sensibilidade e refinamento maiores ainda! E no final dos anos noventa e início de dois mil eles estão ganhando a companhia das " Crianças Cristal " que chegam também como guerreiros... mas guerreiros espirituais! Presentemente, nós estamos vendo uma geração de Mestres vindo para o nosso planeta, essas crianças fantásticas também chamadas de " Crianças das Estrelas". Elas são a nossa esperança para o futuro, elas são a nossa esperança para o presente.
Mas como reconhecer um Índigo?

A resposta óbvia seria verificar a cor da sua aura. Mas nem todos os Índigos têm a aura na cor azul-escuro o tempo todo. O termo Índigo refere-se mais ao estado da alma do que à cor da aura, que muda um pouco de acordo com sua disposição e seus interesses. Videntes que vêem os estados da alma podem identificar Índigos. No entanto, é fácil identificar um Índigo pela sua sensibilidade, criatividade, espiritualidade e padrões gerais de comportamento.

Como crianças, elas se parecem com todas as outras crianças, embora sejam frequentemente bonitas e com olhos penetrantes. São sempre altamente inteligentes e cheias de perguntas e exigências. Têm muita energia, são muito activas, têm muita força de vontade e um senso forte do seu próprio valor e importância. Sabem que são especiais e que estão aqui para fazer alguma coisa significativa. Possuem amigos "imaginários" e adoram fadas e golfinhos.

A inteligência excepcional das crianças índigo pode ser exasperante para os adultos. Ninguém lhes dirá o que fazer, elas quererão debater e negociar cada instrução, cada ordem. Até que os pais aprendam que estão sendo ensinados e aprendam a respeitar o direito de escolha da criança e honrar essa escolha, eles continuarão a ser confrontados com lutas de poder e batalhas de força de vontade. A maneira correcta de lidar com um Índigo é de estar disposto a negociar, explicar, dar-lhe escolhas. Ordens como "Faça assim porque eu estou mandando" só produzirão hostilidade e indiferença. Os Índigos geralmente não gostam nada-nada da escola. Ficam entediados pelo passo vagaroso e pelas tarefas repetitivas. Aprendem através do nível de explicação, resistindo à memorização mecânica ou a serem simplesmente ouvintes.

São hiperactivos, distraem-se com facilidade, tendo baixo poder de concentração. Têm alta sensibilidade, não conseguem ficar quietos ou sentados, a menos que estejam envolvidos em alguma coisa do seu interesse. Por serem orientados pela parte direita do cérebro, quando adultos, são geralmente atraídos por actividades e ocupações que usam o hemisfério direito, como a música, a arte, a escrita, a espiritualidade. Adoram cristais, Reiki, meditação e yoga. São intensivamente leais aos seus amigos, acreditam em honestidade e comunicação nas relações.
Ficam frequentemente desconcertados com a desonestidade, a manipulação e outras formas de comportamento egoísta.

Uma das características-chave dos Índigos é frequentemente a sua ira. As figuras de autoridade não conseguem nada com elas. Num nível profundo, elas não reconhecem a autoridade. Sabem que somos todos iguais e por isso ficam irritados, furiosos mesmo, com aqueles que se comportam ditatorialmente, quer sejam pais, professores ou patrões. São muito compassivos, amam os animais e qualquer forma de vida; têm muitos medos, como medo da morte e perda dos seres amados. Se experimentam muito cedo decepção ou falha, podem desistir e desenvolver um bloqueio permanente. Um problema sério quando se trata de Crianças Índigo é o diagnóstico errado habitual dado aos índigos, catalogados como portadores de Transtorno do Déficit de Atenção ou do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperactividade. Com isso, dá-se medicação a elas, sedando toda a sua imensa potencialidade.

Essas crianças estão aqui para nos ajudar na transformação do mundo. Portanto nós precisamos aprender com elas, principalmente escutando-as e observando-as. As Crianças Índigo chegam aqui para nos dar um novo entendimento, são verdadeiros presentes para os pais, para o planeta e para o universo. Quando honramos estes pequeninos como presentes, nós vemos a sabedoria divina que eles trazem para ajudar a crescer a vibração do nosso Planeta.
O passo mais importante para entender e se comunicar com essas crianças é mudar a nossa forma de pensar a respeito delas, derrubando os nossos paradigmas para honrar os pequeninos como presentes ao invés de problemas. Assim abriremos as portas para perceber a grande sabedoria que elas trazem. Os pequeninos honrarão essa intenção, e um caminho para o entendimento aparecerá.

Até aqui, falamos dessas crianças maravilhosas, as Crianças Índigo.
Mas existe mais... as Crianças Cristal estão chegando!
Por volta do ano dois mil essas crianças começaram e encarnar na Terra. Elas representam o próximo passo na evolução humana. Elas seguem às crianças índigo. Sua missão é completar o trabalho começado pelos índigos. Elas também são detonadores de sistemas, são os guerreiros espirituais que vêm desmantelar e remover maneiras velhas e limitadas de pensar e elas vêm para começar o processo de renovação e reconstrução.

A missão primária de uma Criança Cristal é ensinar as maneiras de vida muiltidimensional em harmonia, paz e amor. Elas estão vindo nos ensinar como viver vidas emancipadas com o reconhecimento dos nossos plenos poderes. Elas estão vindo para nos ajudar a nos ligar novamente com as Energias Divinas. Elas representam o caminho futuro da raça humana. E uma das dádivas mais mágicas delas para connosco é que elas são catalisadores para a nossa evolução: várias crianças e adultos Índigo estão fazendo a transição para o estado Cristal com a ajuda da elevação energética que essas crianças fornecem pela mera presença delas na Terra.

As Crianças Cristal são primariamente reconhecidas pelas suas auras que são geralmente claras como cristal mas também podem ter tons de dourado, azul-índigo ou púrpura, dependendo de sua afiliação de Raio. As Crianças Cristal nascem com acesso ao seu Eu Multidimensional e estão geralmente ancoradas na Sexta Dimensão com a habilidade de se abrirem para a Nona Dimensão, a completa Consciência do Cristo! Isso quando o planeta estiver pronto, provavelmente em torno do ano de 2012, quando a primeira geração de Crianças Cristal atingir os 12 anos de idade.
Existem algumas características bastante definidas que as Crianças Cristal têm quando encarnam:

São geralmente bebés grandes e frequentemente têm cabeças que são proporcionalmente grandes para os seus corpos. Tem olhos grandes e penetrantes e fitam as pessoas nos olhos por longos períodos. O que esses bebés estão fazendo é acessar os registros de alma do adulto e ler quem é ele.

Esse é um comportamento perfeitamente normal para essas crianças e elas ficarão muito contentes se o adulto fizer o mesmo de volta. É a maneira cristal de se comunicar, olhar para a alma de outro ser e sentir quem é ele. Uma coisa que todos nós aprenderemos a fazer no futuro.
Emocionalmente, elas são geralmente bebés muito bons e calmos formando um laço intenso com a mãe. Esta é, geralmente, a primeira encarnação delas neste planeta e precisam da reafirmação e estabilidade que a presença física da mãe pode oferecer. São crianças extremamente amorosas e frequentemente procurarão ajudar e curar tanto humanos como animais em sofrimento. São crianças também extremamente sensíveis. Elas não só são capazes de ler o registro da alma de uma pessoa como também sentir todas as tensões e raivas não resolvidas que a pessoa carrega em seu subconsciente. É por isso que elas são tão sensíveis ao seu meio ambiente. Educar uma Criança Cristal pode ser um verdadeiro desafio.
Frequentemente os assuntos não resolvidos dos pais são sentidos pela criança, que será afectada negativamente por essas emoções. Mas a característica pessoal mais fora de série das Crianças Cristal é o seu poder. Elas são muito poderosas!

Elas têm as energias poderosas de um Mestre da Sexta Dimensão. É por isso essencial que os pais aprendam a respeitá-las e a negociar com elas. Senão essa energia poderosa será usada em lutas por poder que seus pais ou educadores nunca irão ganhar. Crianças Cristal têm várias dádivas especiais que derivam das suas habilidades multidimensionais. Elas têm a habilidade não só de ler os campos de energia das pessoas como muitas outras habilidades psíquicas, desde mover objectos mentalmente até ler livros sem abri-los e ainda têm uma grande habilidade de comunicar-se telepaticamente e é por isso que elas, às vezes, não falam até que tenham 4 ou 5 anos de idade. A missão de todas as Crianças Cristal é avançar a evolução humana pelo processo da ascensão. Elas estão aqui para nos mostrar como viver de uma maneira completamente nova e diferente.

Só por chegarem em tão grande número e ancorarem a Energia Crística, elas estão facilitando uma mudança nas energias planetárias. Mas também estão aqui para nos ensinar técnicas de vida multidimensional para o reconhecimento dos nossos plenos poderes. A Criança Cristal move-se facilmente entre as diferentes dimensões. Não estão nada limitadas ao mundo da terceira dimensão; embora tenham corpos e funcionem na realidade da terceira dimensão, elas estão essencialmente sintonizadas na sexta dimensão e trazem essa energia para o nosso planeta.
O princípio fundamental por trás dessa maneira de viver é a Consciência da Unificação. As Crianças Cristal percebem e vivem a Unidade. Elas sentem as energias dos outros. Elas apanham ansiedade e stress que não são delas. Elas sentem as toxinas no ambiente e na comida.

Temos que estar conscientes da dádiva que estas crianças nos trazem. Elas são o futuro. Elas nos mostram o que estamos nos tornando. E a dádiva especial delas para connosco é para nos dizer que nós podemos nos tornar assim como elas agora, se deixarmos que as suas energias nos movam para o próximo degrau na escala da evolução. Ao chegarem em número tão significativo elas estão precipitando o despertar espiritual de grande número de humanos. E não há limite de idade para isso. Você pode ter 10 ou 100 anos, pegar essa onda de energia Cristal e renascer no seu estado Crístico!
Aos pais dessas crianças fascinantes eu gostaria de dizer aqui algumas palavras do Mestre Sananda que eu passei de uma mensagem publicada na revista Amaluz em 1998. Sananda é o nome como esotericamente é conhecido Jesus de Nazaré:

" Não as forcem a enquadrar-se nos velhos moldes. Elas chegaram com novas marcas de nível superior para a humanidade, codificadas dentro do seu ser. Elas carregam em seu interior grande sabedoria espiritual;
- Lembrem-se de que seus filhos não são vocês. Em outros níveis do seu ser vocês estabeleceram acordos com eles para permitir-lhes vir através de vocês para a experiência no plano terrestre. Repito, eles vieram através de vocês mas não são vocês. Cada um deles é único e vem com sua própria personalidade, talentos e pensamentos. Não esperem que eles vivam os seus sonhos, pois eles têm os deles próprios;
- Passa ser sua tarefa amá-los incondicionalmente, sustentá-los e encorajá-los em suas explorações e ajudá-los a descobrir seu propósito de estarem aqui, suas missões e a exercerem os papéis apropriados para eles;
- Essas crianças trazem sistemas neurológicos diferentes em seus corpos. Elas exigirão muito amor e compreensão por parte de suas famílias e da comunidade. Essas crianças podem parecer desajustadas e de certo modo são, porque elas anunciam a chegada da sétima raça original, a raça índigo a seu planeta. Elas são as precursoras de seres de dimensões ainda superiores que virão;
- Seria conveniente que vocês ampliassem seus horizontes com alguns estudos metafísicos. Seria desejável iniciar momentos de meditação familiar e que cada pessoa possa compartilhar em comunhão espiritual juntos, permitam que cada membro da família participe de algum modo. Além disso, as crianças sabem que existem anjos em volta, encorajem essas conexões. Permitam que reino angélico participe desses momentos miraculosos no plano terrestre;
- Dêem ouvidos a seus filhos quando eles manifestarem o desejo de compartilhar suas experiências com sonhos. Muita informação é transmitida, os sonhos trazem mensagens da alma;
- Encorajem seus filhos a apreciar e respeitar a natureza, a sentir a terra, a observar as plantas e os animais em seu ciclo através das estações. Ensinem-nos a amar e respeitar seus animais de estimação. Se possível, levem-nos à praia, às montanhas e às planícies. Permitam que eles vejam directamente a grandeza do planeta. Pergunte o que eles estão vendo e sentindo e talvez mesmo ouvindo, pois eles não irão ver, ouvir e sentir o mesmo que vocês. Dêem ouvidos a eles. Eles são sábios. Permitam que eles os ensinem de modo que vocês possam compartilhar de seu encanto;
- Com a mescla dos planos astrais inferiores no plano físico, seus filhos podem ver figuras, formas e outras aparições... essas visões durante a vigília são válidas e podem ser divertidas ou assustadoras...sábio é o pai que não rejeita jocosamente essas experiências de seus filhos. Encorajem seus filhos a falar sobre essas experiências, e riam com eles ou compadeçam-se com eles mas permitam que eles manifestem essas visões. Trabalhem com seus filhos para passar essas entidades para as mãos orientadoras das forças angelicais, que em troca os conduzirão a seus lugares apropriados em outros planos de existência;
- Não sejam precipitados em suas avaliações, pois seus filhos não são loucos. Se vocês, de alguma maneira, ficam confusos sobre como cuidar dessas crianças e do seu crescimento, procurem orientação apropriada daqueles que compreendem princípios metafísicos e espirituais e a transmutação de energia;
- Dêem aos seus filhos sua máxima atenção. Eles os ensinarão muito e vocês serão abençoados por eles. Amem incondicionalmente. Abençoem vigorosamente. Tratem com grande carinho, pois eles são seus instrutores. Eles vêm para cá com muito amor para compartilhar e vêm com paz, harmonia, tolerância e alegria em seus corações. Sim, meus amados, ouçam bem, pois eles trazem lições de sabedoria para vocês ".

As Crianças Ìndigo 10 anos depois


Lee Carroll e Jan Tober
As Crianças Índigo – 10 Anos Depois
Comportamento
O que está a acontecer aos adolescentes Índigo?

Espertas, inteligentes, determinadas e activas, as Crianças Índigo foram encaradas como parte de uma revolução espiritual, as crianças de uma nova era de consciência e de desenvolvimento psíquico.
Dez anos depois, as Crianças Índigo são agora adolescentes, a terminar os estudos, a entrar no mundo do trabalho, e enfrentam um desafio totalmente novo: o de se adaptarem à vida adulta.
Há dez anos, Lee Carroll e Jan Tober escreveram um manual informativo e inspirador para todos os pais cujos filhos eram excepcionais, talentosos e frequentemente incompreendidos. Agora regressam ao tema das Crianças Índigo, mas desta vez acrescentam-lhe os testemunhos das experiências acumuladas de pais, professores, técnicos de saúde e empregadores de Índigos de todo o Mundo.
As reacções são intensas e por vezes surpreendentes; as Crianças Índigo são destemidas e livres, e embora algumas se tenham destacado pela sua excelência, outras estão a ter problemas.
Este livro explica o que pode estar a acontecer aos Índigos, por que motivo fazem o que fazem e como ajudá-los ao longo dos difíceis anos da adolescência – que são ainda piores quando se é um Índigo!
Autores
LEE CARROLL e JAN TOBER são os autores do bestseller As Crianças Índigo e orientadores dos seminários Kryon, trabalhando com a cor, som e espírito para fornecer aconselhamento e cura.
Os seus livros, CD e guias são conhecidos internacionalmente.
Viajam regularmente para todo o mundo, levando a milhares de pessoas a sua mensagem de esperança e saúde.
Vivem nos EUA.

Pensamento do dia (25-06-2009)


Fonte: Salvador Dali com citações de Mulheres Famosas!

Tuesday, June 23, 2009

Frequência vibratória











Pensamento do dia (24-06-2009)


"Nunca ore suplicando cargas mais leves, mas ombros mais fortes."


(Phillips Brooks)

Pai Nosso em Aramaico









Abwun d’bwashmaya
Nethqadash shmakh
Teytey malkuthakh
Nehwey tzevyanach aykanna d’bwashmaya aph b’arha.
Hawvlan lachma d’sunqanan yaomana.
Washboqlan khaubayn (wakhtahayn) aykana daph khnan shbwoqan l’khayyabayn.
Wela tahlan I’nesyuna
Ela patzan min bisha
Metol dilakhie malkutha wahayla wateshbukhta
l’ahlam almin.
Ameyn

"Pai-Mãe, respiração da Vida,
Fonte do som, Acção sem palavras, Criador do Cosmos!
Faça a sua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil.
Ajude-nos a seguir o nosso caminho, respirando apenas o sentimento que emana do Senhor...

...Nosso EU, no mesmo passo, possa estar com o Seu, para que caminhemos como Reis e Rainhas com todas as outras criaturas.
Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só,
em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda a existência individual, assim como em todas as comunidades......

Faça-nos sentir a alma da Terra dentro de nós, pois, assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo.Não permita que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iluda, e nos liberte de tudo aquilo que impede o nosso crescimento......
Não nos deixe ser tomados pelo esquecimento de que o Senhor é o Poder e a Glória do mundo, a Canção que se renova de tempos em tempos e que a tudo embeleza. Possa o Seu amor ser o solo onde crescem as nossas acções.
Assim seja, Assim É.


Em LUZ AMOR E GRATIDÃO
Abraão Rafael

Monday, June 22, 2009

Pensamento do dia (23-06-2009)


"Só se pode juntar as mãos quando elas estão vazias."


(Provérbio Tibetano )

Calendário Maya

Workshop11 e 12 de Julho


CALENDÁRIO MAIA E ENCANTAMENTO DO SONHO

DOMINGO DÍAZ (introdutor em Espanha do Calendário Maya)


A Ciência Maya do Tempo a Descoberto.



Com esta instrução proveniente do mistério e do silêncio das ruínas maias podemos aprender a:

- Identificar e conhecer o nosso formato energético pessoal e o de qualquer outra pessoa, do/a nosso/a companheiro/a, dos nossos filhos.

- A nossa missão na vida e a energia que se nos abre a cada ano.

- As tuas treze respostas pessoais às treze perguntas básicas da vida.

- Que relações são possíveis entre as pessoas, de acordo com o padrão vibratório de cada uma delas. Como funciona a “química” entre as pessoas.

- Que energia nos chega a cada dia do Grande Sol Central e como podemos senti-la e tirar-lhe o melhor partido.

- Os ciclos de tempo maia e a Ordem Sincrónica Telepática.

- O legado espiritual maia e as frequências do Novo Tempo.



De todo o vasto, original e rico legado espiritual deixado pela civilização Maya, escrito na pedra de suas cidades, a Ciência do Tempo Maia é, sem dúvida, a “jóia da coroa”, resumida e representada no Calendário Sagrado Maya - o “Tzolkin” -. A Ciência do Tempo Maia é a herança espiritual transmitida pelos Irmãos Maia-Galácticos através da cidade de Palenque (hoje ruína arqueológica de primeira grandeza) e seu Mestre Ascenso Pacal Votan.

Este legado espiritual foi expressamente gravado e conservado para o homem actual e para o momento presente de caminhada para o final de ciclo em 2012. O túmulo de Pacal Votam foi descoberto em 1952 e a sua mensagem desvelada na década de 70, e colocada nas mãos do grande público em 1990 pelo Dr. José Argüelles, através do Jogo do Encantamento do Sonho. É, pois, uma mensagem totalmente actualizada e útil sob diversos pontos de vista para o buscador espiritual nas presentes circunstâncias.

Os Mayas Galácticos, os irmãos venusianos e pleyadianos, ensinaram os mayas terrestres a identificar as energias ou vibrações que cada dia chegam à Terra do nosso Sol (Ahau) e do Grande Sol Central da Galáxia (Hunab Ku). Ensinaram-lhes a medir os seus ciclos temporais e baseados nestes ciclos, a estabelecer o sagrado calendário maya Tzolkin que é como o mostruário das vibrações que chegam e impregnam o nosso planeta a cada dia, mostrando-nos os diversos aspectos em que se divide a Energia Única da Fonte, para que possamos identificá-los, senti-los, trabalhá-los e integrá-los em nós para o nosso crescimento de retorno à Fonte, no momento e no dia em que se manifestam. Este conhecimento e sensibilidade destas energias alinham-nos com o fluxo energético do Universo e põem-nos em cheio na Ordem Sincrónica Telepática, que desde há milhões de anos governa a Natureza e os Seres Humanos deste Planeta.

A Energia Única da Fonte manifesta-se sob 20 diferentes aspectos que constituem os 20 Arquétipos de 4ª Dimensão, e que os sacerdotes mayas representaram e desenharam como os Selos Solares, já que são as 20 energias que sequencialmente chegam à Terra a partir do Sol.

O Grande Sol Central Galáctico é, deste modo, o responsável pelos outros 13 aspectos da Energia Única da Fonte manifestados como as 13 Leis da Natureza, e que os sacerdotes mayas denominaram Tons Galácticos, os quais são enviados também ciclicamente à Terra a partir do Sol Central Galáctico.

20 + 13 = 33, o número do Cristo. 20 x 13 = 260, o número de dias que compõem o Calendário Maya Tzolkin; o compêndio das 260 combinações vibratórias que obtidas ao combinar a cada dia, um par de energias tiradas dos 20 Selos Solares e dos 13 Tons Galácticos, e que nos dão a chave vibratória de cada dia, durante ciclos periódicos de 260 dias.


· Conhecer estas 260 energias dá-nos acesso ao conhecimento do padrão vibratório de cada dia e, portanto, saber e entender o que nos propõe a ordem cósmica como aprendizagem para esse dia, o que é apropriado fazer nesse dia, e daí não ser contraproducente.


· Conhecer essas 260 energias permite-nos saber qual é o nosso padrão vibratório pessoal, já que este é o do dia em que nascemos e nos ajuda a aprofundarmo-nos no nosso autoconhecimento, de acordo com as chaves arquetípicas mayas. Também nos explica qual é a nossa resposta interna pessoal à energia das 13 Leis da Natureza.


· Conhecer essas 260 energias permite-nos conhecer o padrão vibratório de qualquer pessoa e saber como esse padrão se comporta com o nosso, como se combinam as nossas energias com as dos demais, e, de acordo com essa combinação, o que é mais apropriado fazer juntos e o que não é, onde podem estar as raízes vibratórias dos conflitos pessoais, etc.


· Conhecer essas 260 energias ajuda-nos a conhecer qual é o padrão vibratório conjunto de um casal, uma família, um grupo de pessoas, e, de acordo com esse padrão vibratório, que energias moverão na sua actividade conjunta, o que lhes será favorável e o que lhes será contrário.


· Conhecer o teu padrão vibratório e combiná-lo com a vibração de cada dia, dar-te-á uma chave para saber quais as actividades que são propícias a cada dia e quais não, ou, de outra maneira, que dias são os mais idóneos para as grandes decisões ou os grandes passos da vida.

Por isso, o Calendário Maia é uma ferramenta imprescindível para uma vivência consciente do Verdadeiro Tempo Quadridimensional, baseado nas frequências cíclicas 13:20 que nos desemboca rápida e directamente ao alinhamento com o que denominamos a Ordem Sincrónica Telepática, que não é mais do que a inclusão consciente no domínio do Tempo, no Plano Cósmico para esta Humanidade.

No Workshop abordaremos o seguinte conteúdo, organizado de acordo com o seguinte horário:

Sábado das 10:00 às 14:00 horas:
· Abertura do Workshop com a Oração Maia às Sete Direcções Galácticas.
· Projecção audiovisual de introdução ao Mundo Maia.
· Tempo Cíclico face ao Tempo Linear. Tempo Cósmico face ao Tempo Mental.
· As frequências 12:60 do Falso Tempo e as frequências 13:20 do Novo Tempo.
· A evolução calendárica. Desde o falso Calendário Gregoriano ao Calendário Sagrado Tzolkin, passando pelo Calendário das 13 Luas e o Calendário Azteca Haab.
· O momento histórico actual à luz da Profecia Maya e da Profecia Quetzalcoatl. Os 13 Céus e os Nove Infernos, o fim do Ciclo para 2012.
· Os códigos matemáticos mayas e o Tzolkin.
· Os arquétipos mayas. Os 20 Selos Solares e os 13 Tons Galácticos.


Sábado das 16:00 às 20:00 horas:
· Descrição dos 20 arquétipos mayas, os Selos Solares, utilizando o jogo.
· Descrição das 13 Leis da Natureza. Os 13 Tons Galácticos.
· Instruções e prática de manuseamento da Bússola Galáctica.
· A Onda Encantada como a verdadeira medida do tempo e como nossa resposta pessoal às 13 perguntas essenciais do nosso Ser Espiritual


Domingo das 10:00 às 14:00 horas:
· Prática de leituras de Ondas Encantadas pessoais.
· Introdução ao Oráculo Maya, como se combinam uns padrões vibratórios com outros, e com os dos dias.
· Diferentes Métodos de cálculo do Oráculo Maya:
· A propriedade fractal do Tempo e o poder do + 1.
· Cerimónia de fecho do Workshop e despedida.



Sábado, 11 de Julho de 10h/ 20h Domingo, 12 de Julho de 10 / 14 h Cabo da Roca – Sintra Montante: 120€Inscrições: Isabel Oliveira 96 5400 711 lys@ventosdelys.com

Sunday, June 21, 2009

Pensamento do dia (22-06-2009)


"O sábio não se exibe e vejam como é notado.
Renuncia a si mesmo e jamais é esquecido."
(Lao-Tsé)

A Cenoura, o Ovo e a Folha de Chá


«Num país asiático, existe a lenda de um camponês que foi ter com um sábio da sua aldeia e lhe falou da sua vida e das dificuldades por que estava a passar.
Não sabia como ia conseguir sobreviver, e queria desistir.
Estava cansado de lutar e de se debater. Parecia que, assim que um problema se resolvia, surgia logo outro.
O sábio pediu-lhe que descesse até ao lago e trouxesse um balde cheio de água. Então despejou a água em três panelas e colocou cada uma das panelas ao lume. A água das panelas não tardou a ferver.
Na primeira, colocou cenouras, na segunda ovos, e na terceira uma mão-cheia de folhas de chá.
Depois de deixar as panelas ao lume durante meia hora, tirou-as do lume.
Pegou nas cenouras e pô-las numa tigela; a seguir pegou nos ovos e colocou-os noutra tigela, e por fim deitou o chá numa terceira tigela.
Depois, virou-se para o camponês e perguntou: «Diz-me, o que vês?» «Cenouras, ovos e chá», respondeu o camponês. Então o sábio disse: «Pega nas cenouras e diz-me o que sentes.»
O camponês obedeceu e disse: «As cenouras estão moles.» A seguir mandou o camponês pegar num ovo e parti-lo.
Depois de lhe tirar a casca, este observou que o ovo tinha ficado duro. Por fim, o sábio pediu ao camponês para beber um gole de chá.
O camponês sorriu ao saboreá-lo.
O camponês perguntou então: «O que significa isto?»
O sábio explicou que cada um desses objectos enfrentara a mesma adversidade... a água a ferver. Cada um reagira de modo diferente. A cenoura entrou com força e firmeza. Porém, ao ser submetida à água a ferver, amaciou e ficou fraca.
O ovo era frágil. A sua casca fina protegera o seu interior macio, mas a água a ferver endurecera a gema. As folhas de chá, porém, tinham tido uma reacção única.
Depois de estarem na água a ferver, tinham alterado a água.
«O que é que tu és? Perguntou ele ao camponês.
«Quando a adversidade te bate à porta, como respondes? És uma cenoura, um ovo ou uma folha de chá?»
Quando encarares os problemas que enfrentas na vida, pergunta a ti mesmo: «Quem sou eu? Sou a cenoura que parece forte mas torno-me brando e perco a força perante a adversidade? Sou o ovo que começa com um coração frágil e um espírito fluído, mas após a perda de um emprego, uma separação, uma contrariedade financeira ou qualquer outro desafio, endureço e torno-me rígido?
Ou sou como a folha do chá?
Com efeito, é a folha que altera a água quente – a própria circunstância que provoca dor.
Quando a água fica quente, ela liberta fragrância e sabor.
Se fores como a folha do chá, quando as coisas estiverem o pior possível, tu melhoras e alteras a situação em teu redor.
No momento mais escuro e quando os desafios forem mais fortes, será que te elevas a outro nível?
Como enfrentas a adversidade?
És uma cenoura, um ovo ou uma folha de chá?»