Sunday, June 21, 2009

A Cenoura, o Ovo e a Folha de Chá


«Num país asiático, existe a lenda de um camponês que foi ter com um sábio da sua aldeia e lhe falou da sua vida e das dificuldades por que estava a passar.
Não sabia como ia conseguir sobreviver, e queria desistir.
Estava cansado de lutar e de se debater. Parecia que, assim que um problema se resolvia, surgia logo outro.
O sábio pediu-lhe que descesse até ao lago e trouxesse um balde cheio de água. Então despejou a água em três panelas e colocou cada uma das panelas ao lume. A água das panelas não tardou a ferver.
Na primeira, colocou cenouras, na segunda ovos, e na terceira uma mão-cheia de folhas de chá.
Depois de deixar as panelas ao lume durante meia hora, tirou-as do lume.
Pegou nas cenouras e pô-las numa tigela; a seguir pegou nos ovos e colocou-os noutra tigela, e por fim deitou o chá numa terceira tigela.
Depois, virou-se para o camponês e perguntou: «Diz-me, o que vês?» «Cenouras, ovos e chá», respondeu o camponês. Então o sábio disse: «Pega nas cenouras e diz-me o que sentes.»
O camponês obedeceu e disse: «As cenouras estão moles.» A seguir mandou o camponês pegar num ovo e parti-lo.
Depois de lhe tirar a casca, este observou que o ovo tinha ficado duro. Por fim, o sábio pediu ao camponês para beber um gole de chá.
O camponês sorriu ao saboreá-lo.
O camponês perguntou então: «O que significa isto?»
O sábio explicou que cada um desses objectos enfrentara a mesma adversidade... a água a ferver. Cada um reagira de modo diferente. A cenoura entrou com força e firmeza. Porém, ao ser submetida à água a ferver, amaciou e ficou fraca.
O ovo era frágil. A sua casca fina protegera o seu interior macio, mas a água a ferver endurecera a gema. As folhas de chá, porém, tinham tido uma reacção única.
Depois de estarem na água a ferver, tinham alterado a água.
«O que é que tu és? Perguntou ele ao camponês.
«Quando a adversidade te bate à porta, como respondes? És uma cenoura, um ovo ou uma folha de chá?»
Quando encarares os problemas que enfrentas na vida, pergunta a ti mesmo: «Quem sou eu? Sou a cenoura que parece forte mas torno-me brando e perco a força perante a adversidade? Sou o ovo que começa com um coração frágil e um espírito fluído, mas após a perda de um emprego, uma separação, uma contrariedade financeira ou qualquer outro desafio, endureço e torno-me rígido?
Ou sou como a folha do chá?
Com efeito, é a folha que altera a água quente – a própria circunstância que provoca dor.
Quando a água fica quente, ela liberta fragrância e sabor.
Se fores como a folha do chá, quando as coisas estiverem o pior possível, tu melhoras e alteras a situação em teu redor.
No momento mais escuro e quando os desafios forem mais fortes, será que te elevas a outro nível?
Como enfrentas a adversidade?
És uma cenoura, um ovo ou uma folha de chá?»

2 comments:

Ricardo Calmon said...

Belo ,para refletir,pensar e repensar!

Amei post seu!

Viva Vida!

SO PARA OS INTIMOS said...

Boa noite!! Realmente é para se refletir.
Obrigada pela visita ao meu blog (meu neném) e ser uma seguidora. Ainda estou aprendendo a construi-lo mas sei que jamais será tão rico em informações quanto o seu blog.
Sou sua fã!!
Abçs
Adriana